Uploader: Ethan
Country: India
Uploaded: Apr 27, 2018
Price: Free

Please, verify you are not robot to load rest of pages

eventos finais ellen white - pdf download free

Eventos Finais
Ellen G. White
2004
Copyright © 2013
Ellen G. White Estate, Inc.
Informações sobre este livro
Resumo
Esta publicação eBook é providenciada como um serviço do
Estado de Ellen G. White. É parte integrante de uma vasta colecção
de livros gratuitos online. Por favor visite owebsite do Estado Ellen
G. White.
Sobre a Autora
Ellen G. White (1827-1915) é considerada como a autora Americana mais traduzida, tendo sido as suas publicações traduzidas para
mais de 160 línguas. Escreveu mais de 100.000 páginas numa vasta
variedade de tópicos práticos e espirituais. Guiada pelo Espírito
Santo, exaltou Jesus e guiou-se pelas Escrituras como base da fé.
Outras Hiperligações
Uma Breve Biografia de Ellen G. White
Sobre o Estado de Ellen G. White
Contrato de Licença de Utilizador Final
A visualização, impressão ou descarregamento da Internet deste
livro garante-lhe apenas uma licença limitada, não exclusiva e intransmissível para uso pessoal. Esta licença não permite a republicação, distribuição, atribuição, sub-licenciamento, venda, preparação
para trabalhos derivados ou outro tipo de uso. Qualquer utilização
não autorizada deste livro faz com que a licença aqui cedida seja
terminada.
Mais informações
Para mais informações sobre a autora, os editores ou como poderá financiar este serviço, é favor contactar o Estado de Ellen G.
i
White: (endereço de email). Estamos gratos pelo seu interesse e
pelas suas sugestões, e que Deus o abençoe enquanto lê.
ii
iii
Conteúdo
Informações sobre este livro . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . i
Capítulo 1 — A última crise da terra . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 14
Ampla apreensão pelo futuro . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 14
Tempos turbulentos que ocorrerão em breve . . . . . . . . . . . . . . 14
Deus tem sempre advertido de juízos vindouros . . . . . . . . . . . 15
Deus nos disse o que podemos esperar em nosso tempo . . . . . 15
As profecias referentes aos últimos dias requerem nossa
atenção . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 16
Estudar especialmente os livros de Daniel e do Apocalipse . . 17
O assunto deve ser mantido perante o povo . . . . . . . . . . . . . . . 17
Mantendo os eventos futuros na perspectiva correta . . . . . . . . 18
Capítulo 2 — Sinais de que Cristo voltará em breve . . . . . . . . . . 19
A grande profecia de nosso Senhor . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 19
Sinais nos céus . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 19
Sinais na terra . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 20
Falsos profetas . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 20
Uma experiência com um falso profeta . . . . . . . . . . . . . . . . . . 21
Glutonaria e intemperança . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 22
Atos de violência . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 22
Guerras e desastres . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 23
Grandes bolas de fogo . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 23
Terremotos e inundações . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 24
Crimes, fomes e epidemias . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 25
O desígnio de Deus nas calamidades . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 25
Os eventos futuros estão nas mãos do Senhor . . . . . . . . . . . . . 26
A consideração do céu pelas questões da terra . . . . . . . . . . . . . 27
Capítulo 3 — “Quando sucederão estas coisas?” . . . . . . . . . . . . . 29
Os discípulos interrogam a Cristo acerca de sua volta . . . . . . 29
O tempo da volta de Cristo não é conhecido . . . . . . . . . . . . . . 29
Nossa mensagem não é a de marcar tempo . . . . . . . . . . . . . . . 30
Marcar tempo ocasiona descrença . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 30
Nenhuma profecia de tempo além de 1844 . . . . . . . . . . . . . . . 31
Ellen White esperava a volta de Cristo em seu tempo . . . . . . . 32
A demora explicada . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 32
iv
Conteúdo
v
As promessas de Deus são condicionais . . . . . . . . . . . . . . . . . . 33
Pelo que Cristo está esperando . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 34
Um limite à clemência de Deus . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 34
A transgressão quase atingiu o seu limite . . . . . . . . . . . . . . . . . 35
Devemos ter em mente o grande dia de Deus . . . . . . . . . . . . . . 35
A brevidade do tempo . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 36
Capítulo 4 — A igreja de Deus nos últimos dias . . . . . . . . . . . . . 37
O povo de Deus guarda os seus mandamentos . . . . . . . . . . . . . 37
Eles têm o testemunho de Jesus . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 37
Os seus marcos: as doutrinas bíblicas . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 38
A missão especial dos adventistas do sétimo dia . . . . . . . . . . . 38
Por que foi organizada a igreja Adventista do Sétimo Dia . . . 39
A organização sempre será essencial . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 39
A autoridade especial da igreja de Deus . . . . . . . . . . . . . . . . . . 40
Um tempo de debilidade e cegueira espirituais . . . . . . . . . . . . 40
Abuso de poder na sede da igreja . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 41
Líderes imprudentes não falam por Deus . . . . . . . . . . . . . . . . . 42
Não há necessidade de uma nova denominação . . . . . . . . . . . . 42
Deus porá tudo em ordem . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 43
É recomendada a distribuição de responsabilidades . . . . . . . . 43
A assembléia da Associação Geral de 1901 se mostra sensível44
É reafirmada a confiança na organização Adventista do
Sétimo Dia . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 45
Uma declaração de W. C. White . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 46
O reavivamento espiritual ainda é necessário . . . . . . . . . . . . . . 46
A paciência de Deus com seu povo . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 47
Deus coopera com os que são fiéis a Ele . . . . . . . . . . . . . . . . . 47
Julgados pela luz concedida . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 48
A história de Israel, uma advertência para nós . . . . . . . . . . . . . 48
A igreja militante é imperfeita . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 49